segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Ares de Copa do Mundo


São longos quatro anos de espera. O maior evento futebolístico do planeta realizado pela FIFA (Federação Internacional de Futebol Associado) mobiliza e encanta milhões, bilhões de pessoas no apaixonante espetáculo traduzido como Copa do Mundo de Futebol.
Ainda que se diga não entendido ou desinteressado pelo esporte, desconheço quem não tenha parado em frente à televisão para ver qual seleção está jogando, quanto está o jogo ou simplesmente pra saber o que está acontecendo na padaria, no bar, na loja ou nas praças, diante do inexplicável alvoroço, suspiros e gritos de emoção. Esses “ares da copa” contagiam e modificam todo país.

 Crianças, adolescentes, adultos... Todos se envolvem nesse cenário.   
Ainda vivemos num Brasil de transformações onde as desigualdades existem de todas as formas. Carentes de condições essenciais na educação, saúde, segurança, oportunidades e principalmente de Cultura. Ainda somos um “País Emergente”- talvez em emergência - mas, de quatro em quatro anos nos transformamos. Esquecemos por alguns momentos nossos dissabores e vestimos a camisa canarinho. O verde-amarelo toma por completo as ruas, os becos e vielas. Bairros pobres ou nobres, todos vivem a mesma emoção!
Justamente nesse momento somos mais Brasil. Somos envolvidos e nos envolvemos. Palpitamos, brigamos, sorrimos e choramos. Nesse devaneio lúdico que o futebol nos proporciona, ouvir o hino nacional, com a mão no peito de frente pra TV, não tem preço! 2014 será o ano da emoção e da provação.
Jean Francisco                               

0 comentários: