domingo, 30 de janeiro de 2011

FUTEBOL DE AREIA


Futebol de areia





Adeus Copa Latina.
300 jogos e 1 fiasco.

Pois é Benjamin, pior do que sua cobrança de pênalti foi o fiasco de ter sido você, o homenageado da seleção, com 300 jogos (escancarado na camisa) a dar ao Uruguai sua primeira Copa Latina, e mais uma vez, em solo brasileiro.



Jogando a final da Copa Latina de Futebol de Areia contra os Uruguaios, em Goiânia, em uma arena montada num complexo do Rio Quente Resorts, a seleção canarinho morreu na praia diante da sempre competitiva celeste. Competitiva por sinal vem sendo a nossa seleção há muito tempo, e só! 

Desde a saída de craques como Neném, Júnior Negão e Jorginho que o nosso beach soccer vem perdendo o encanto e genialidade que assustavam os seus adversários.

Neste domingo, na disputa da Copa Latina, o Brasil reencontrou a derrota justamente na final. Em 2010 foi na segunda rodada, contra o Chile. Na partida deste domingo, Benjamin jogou com a camisa de número 300, em alusão a quantidade de jogos pela seleção

Mesmo passando por um momento delicado, com novos valores tentando se firmar, a equipe canarinho ainda é a maior vitoriosa do torneio, em doze edições disputadas ganhou nove.    

2 comentários:

Giovani Mattiollo disse...

Ele fez dois golaços, assisti o jogo, mas perdendo aquele pênalti... Não foi boa coisa, como quem não faz toma...

Nos pênaltis, melhorpara o Uruguai.

Abraço

http://gremista-sangueazul.blogspot.com

31 de janeiro de 2011 06:59
Jean Francisco disse...

Com certeza, quem não faz leva...
abs

Jean

31 de janeiro de 2011 13:38